JLL instala nova plataforma de serviços de empresa multinacional na zona ribeirinha de Lisboa

 

JLL instala nova plataforma de serviços de empresa multinacional na zona ribeirinha de Lisboa

A JLL, através do departamento de Office Agency, acaba de concluir mais uma operação de relevo no mercado de escritórios de Lisboa. A consultora foi responsável pelo arrendamento de 3.430 metros quadrados a uma multinacional de serviços em outsourcing de atendimento ao cliente (BPO), no edifício D. Luís I, em Santos, propriedade do The Edge Group, holding de investimentos imobiliários e capital de risco.

Localizado na rua do Instituto Industrial, em plena zona ribeirinha e numa das zonas mais trendy da cidade de Lisboa com excelentes acessos, o edifício D. Luís I está a ser totalmente reabilitado pelo The Edge Group, colocando no mercado uma área bruta locável total de 10.237 metros quadrados distribuídos por sete pisos de escritórios, complementados por duas áreas comerciais no piso térreo e no rooftop, bem como por 146 lugares de estacionamento privativo em cave. O The Edge Group vai requalificar e modernizar o edifício que vai contar com um ginásio de última geração, uma cafetaria e um jardim suspenso na cobertura, com restaurante e vistas panorâmicas.

Mariana Rosa, diretora do Departamento de Office Agency da JLL, comenta: “Esta operação é muito paradigmática do que são duas tendências dominantes no mercado de escritórios de Lisboa hoje em dia: a procura de grandes áreas conduzida por multinacionais que escolhem a cidade e o nosso país para instalação de centros de serviços partilhados e de atendimento ao cliente e, por outro lado, a consolidação da zona ribeirinha como a nova zona emergente e de expansão do mercado”.

JLL instala nova plataforma de serviços de empresa multinacional na zona ribeirinha de Lisboa

Acrescenta ainda, “tendo em conta o atual contexto de manutenção da procura e o facto de já haver alguns investidores e promotores a apostar na reabilitação de imóveis para uso de escritórios naquele eixo, é muito provável que continuemos a assistir a operações idênticas ao longo dos próximos meses, algumas das quais deverão também ficar fechadas em situação de pré-arrendamento, dada a escassez de escritórios com estas características disponíveis para tomada imediata”.

José Luís Pinto Basto, CEO do The Edge Group, referência no imobiliário na reabilitação de edifícios em zonas prime, sublinha: “Estamos a investir na zona ribeirinha de Lisboa, porque esta é hoje uma das mais procuradas da cidade, por ser um local de eleição no que toca ao equilíbrio entre o trabalho, o lazer e o bem-estar. São estas características, a par das excelentes acessibilidades, que fazem com que cada vez mais empresas queiram instalar-se nesta zona.”

Fontes: JLL via Rita Ribeiro Comunicação

 

 
 
 
 
 

Responder

obrigatório

obrigatório

opcional



  Sim, aceito a Política de Privacidade e dou consentimento para o armazenamento e tratamento, por este website, dos dados submetidos.