Profissionais de Engenharia estarão entre os mais recrutados em 2016

 

Profissionais de Engenharia estarão entre os mais recrutados em 2016

A Hays fez a apresentação anual do seu Guia do Mercado Laboral 2016, que contém uma análise detalhada das tendências do mercado de trabalho qualificado em Portugal. O documento foi elaborado com base em inquéritos realizados junto de mais de 800 empregadores e cerca de 3200 profissionais.

De acordo com a edição deste ano, os profissionais de Engenharia estarão entre os mais recrutados este ano, sobretudo nas regiões Norte e Centro do país.

As PMEs e grandes empresas nacionais são as que revelam mais interesse em recrutar profissionais com esta formação. Por outro lado, 76% dos profissionais de Engenharia consideram mudar de emprego em 2016, ainda que 51% afirmem ter recusado ofertas de emprego em 2015.

A oferta salarial, um bom ambiente de trabalho e o plano de carreira são os elementos mais valorizados pelos profissionais de Engenharia quando avaliam um potencial empregador. Já os benefícios mais desejados são o seguro de saúde (81%), a formação / certificações (76%) e o automóvel para uso pessoal (não só profissional) (54%).

Os profissionais do sector estão também entre os que revelam mais disponibilidade para trabalhar no estrangeiro (78%), uma percentagem muito superior à de profissionais de sectores como o de Recursos Humanos (65%) ou Life Sciences (62%).

Outras conclusões do Guia do Mercado Laboral 2016:
– 75% dos profissionais de todas as áreas estão insatisfeitos com a sua progressão de carreira;
– 74% dos empregadores pretendem recrutar em 2016, sobretudo perfis Comerciais, de Engenharia e de Tecnologias da Informação;
– Área de Marketing e Comunicação foi a que mais subiu nas intenções de recrutamento, estando agora no Top 5 nacional;
– Os profissionais de Turismo & Lazer e de Recursos Humanos são os que revelam maior disponibilidade para mudar de emprego em 2016;
– Dificuldade em encontrar os profissionais certos levou 55% das empresas a contratar pessoas pouco adequadas para a função;
– 82% dos profissionais no estrangeiro pretendem voltar a trabalhar em Portugal;
– Reino Unido é o destino de emigração mais desejado pelos profissionais portugueses.

“Pela primeira vez em muitos anos, a percentagem de empregadores que pretendem recrutar igualou a percentagem de profissionais que consideram mudar de emprego.” afirma Paula Baptista, Managing Director da Hays Portugal. “Aproximam-se momentos de competição acérrima pelos melhores profissionais do mercado, sendo que o verdadeiro crescimento estará, sem dúvida, do lado dos empregadores que conseguirem garantir e preparar as melhores equipas.”

Esta edição do Guia do Mercado Laboral tem como base inquéritos efetuados junto de 3205 profissionais qualificados e 818 empregadores, além de milhares de entrevistas e reuniões realizadas pela Hays ao longo do ano, junto de candidatos e empresas em todo o país. Aborda as políticas retributivas e as médias salariais das mais variadas funções e áreas, as motivações dos profissionais portugueses, as preferências de quem está a contratar e as profissões mais recrutadas em todos os sectores.

A Hays é um grupo líder mundial em recrutamento de profissionais qualificados e especializados. Opera nos sectores público e privado, em projetos permanentes, temporários e de executive search. Conta com mais de 9000 colaboradores, distribuídos por 240 escritórios em 33 países, atuando em mais de 20 áreas de especialidade.
A Hays chegou a Portugal em 2000, estabelecendo-se primeiro em Lisboa, depois no Porto. Trabalha várias áreas de especialização, como Contabilidade e Finanças, Engenharia, Tecnologias de Informação, Retalho, Banca ou Indústria Farmacêutica, entre outras.

Download Guia do Mercado Laboral  2016

Fonte: Hays

A não perder:

 
 
 
 
 
 

Responder

obrigatório

obrigatório

opcional